Pandemia, crise econômica, desemprego, convívio 24 horas… Parece que 2020 veio para testar os casais, não é mesmo? Não é fácil ficarmos em quarentena com a pessoa escolhida sem podermos viver normalmente. As frustrações são enormes e brigas acabam ocorrendo. Mas como manter um relacionamento saudável em meio a pandemia?

Essa é a pergunta de 1 milhão de reais rsrs, mas que iremos responder logo abaixo.

Mas antes de falarmos sobre isso, queremos dizer que por estarmos vivendo uma época bem atípica que não temos experiência alguma e que é aterrorizante, é normal que as emoções fiquem a flor da pele. Isso porque voltamos ao nosso instinto primitivo. Porém, como agora temos consciência disso, podemos tentar evitar os atritos, não é mesmo?

Image 23 - Intimate In-Home Anniversary – Jess + Gabriel Conte in Love + Marriage.

4 dicas para um relacionamento saudável em meio a pandemia

Você bem sabe que uma relação não se constrói sozinha e do nada, não é mesmo? É preciso trabalhar nela todos os dias. Por isso, queremos que entenda que essas dicas que passaremos mais adiante servem não apenas para a quarentena, tá? Elas servem para toda a vida! Portanto, não as usem apenas agora. Façam delas algo rotineiro, um hábito mesmo durante todo o casamento. Seu relacionamento saudável em meio a pandemia deve perdurar para sempre.

Para trabalhar no relacionamento todos os dias é preciso pensar no outro e no que ele está passando e vice-versa, claro. Pensando nisso, nossa primeira é sobre respeito.

The black and white image of the happy couple

  • Respeite o outro e seu espaço:

O que queremos dizer com isso? Sabe quando a pessoa está triste, para baixo ou super irritada e só quer ficar um momento sozinha? Deixe-a sozinha. Isso é respeitar sua vontade e seu espaço. Isso não significa que você não está ali. Nada disso! Significa apenas que você está lhe dando o tempo necessário para que ela possa se acalmar e vir falar com você quando precisar. E nessa hora você, quando ela lhe procurar, mostrará todo seu apoio.

Missão em casal: Levar um ao outro para o céu – Schoenstatt

  • Converse muito, mas sem banalizar o sentimento do outro:

A conversa é o que nos aproxima e o que nos ajuda a entender o outro. É por isso que ela é tão importante. Mas não adianta conversar com aquela barreira levantada e cheia de sarcasmos e ironias. É preciso estar com o coração e a mente abertos para ouvir e falar. Lembre-se que, banalizar o sentimento do outro durante a conversa, por mais maluco e incoerente que seja, não é algo que deva ser feito. Se esforce para que a conexão emocional não termine. Esse é uma das dicas mais importantes. Porque é por meio da conexão emocional que conservamos o relacionamento. E isso se dá por meio das conversas, das trocas.

Dilema: A quem devo escolher — Deus ou meu marido? - Portal SUD

  • Não seja sócia da pessoa amada, seja sua companheira, sua mulher/seu homem:

Quando a conexão emocional termina acabamos virando sócios dos/as nossos/as companheiros/as. Dividimos o dia a dia, as contas, as frustrações…. Nos tornamos pseudoamigos, pseudoamantes. Portanto, não haja como sócia e não caia nesse papel. Ambos, nesse caso, devem se esforçar para continuar a aprender e a saber sobre o outro: seus sonhos, desejos, anseios, faltas, excessos…. É assim que se preserva o vínculo.

Ottawa Wedding photographer Phillipa Maitland Photography

  • Não ignore uma possível crise e aprenda com ela:

As crises sempre surgirão, não adianta! Mas o que precisamos ter em mente é que, sim elas virão, mas não serão em vão. Iremos aprender com elas. Entenderemos o porque surgiram, seus motivos e como resolvê-los da melhor maneira possível. Aprenderemos também como o outro lida com isso e a melhor maneira para nós lidarmos com o todo. O amor, o relacionamento é algo que construímos ao longo do tempo. Uma palavra jogada ao vento pode fazer com que tudo vá ralo abaixo. Portanto, é preciso ter maturidade.

Poses para pré-wedding fotos de pré-casamento

Imagem: Pinterest

Essas 4 dicas parecem ser simples, mas precisam ser trabalhadas com atenção. Comece a colocá-las em prática e depois nos conte o resultado. Você verá como elas ajudam a manter um relacionamento saudável em meio a pandemia e ao longo da vida.